Hipófise

 

Localizada na base do cérebro, a hipófise, ou pituitária, é considerada a principal glândula do corpo humano. Sua função é a de regular o trabalho de outras glândulas, como a adrenal, a tireoide, os testículos e os ovários. A hipófise também produz a prolactina, hormônio importante para a amamentação; o GH, hormônio do crescimento; e secreta o hormônio antidiurético e ocitocina, produzidos no hipotálamo (localizado acima da hipófise no cérebro). Um tumor na hipófise ocorre, portanto, quando há o aumento excessivo de tecido e células dentro da hipófise, a glândula responsável pela secreção de alguns hormônios muito importantes para nosso organismo. Os motivos pelos quais acontece esse crescimento anormal de tecidos e células da hipófise permanecem desconhecidos. Uma pequena porcentagem dos casos de tumor na hipófise ocorre em pessoas com histórico familiar da doença, embora a grande maioria não apresente fatores hereditários para a condição.

Um tumor na hipófise pode levar a glândula a produzir quantidades maiores ou menores de hormônios. Qualquer uma das duas alternativas podem causar problemas sérios ao organismo. Tumores grandes, que medem cerca de um centímetro ou mais, são conhecidos como macroadenomas. Tumores menores são chamados microadenomas. Os macroadenomas e carcinomas pituitários, funcionais ou não, podem ser grandes o suficiente para pressionar os nervos próximos ou algumas partes do cérebro, levando a sintomas neurológicos que podem incluir:

  • Paralisia dos músculos do olho, causando visão dupla ou embaçada.
  • Perda da visão periférica.
  • Cegueira súbita.
  • Dormência ou dor facial.
  • Dor de cabeça.
  • Tonturas.
  • Perda de consciência.

Os tumores de hipófise podem ser tratados com medicamentos, cirurgia ou ambos. O tratamento para um tumor da hipófise depende do tipo de tumor, do tamanho e de até onde ele cresceu dentro do cérebro. A idade e saúde geral do paciente também são fatores que ajudam a determinar o tipo de abordagem para o tratamento. Eles podem ser adotados isoladamente ou em conjunto com outros tipos de tratamentos. O principal objetivo, aqui, é controlar a produção de hormônios pela hipófise e remover o tumor completamente.

Cadastre-se e receba mais informações

Agenda também pelo telefone: 11 5547-7793